quarta-feira, 2 de março de 2011

Começando com Garcia Lorca

Vou colocar de início um poema do poeta e dramaturgo espanhol Federico Garcia Lorca; para abrir com chave de ouro as portas desse blog. Todos os dias quando me sinto um pouco mofado, eu abro um livro  chamado Suites e leio algum poema sortido... esse homem me inspira a cada dia com seus textos, sua poesia e sua sensibilidade... Viva Garcia Lorca, seu lirismo e sua paixão!





Perdi-me muitas vezes pelo mar
Com o ouvido cheio de flores recem-cortadas
Com a língua, cheia de amor e de agonia
Muitas vezes me perdi pelo mar
Como me perco no coração de alguns meninos

Porque as rosas buscam em frente
Uma dura paisagem de osso
E as mãos do homem não tem mais sentido
Que imitar as raízes sobre a terra
Como me perco no coração de alguns meninos

Perdi-me muitas vezes pelo mar
Ignorante da água
Vou buscando uma morte de luz que me consuma


Nenhum comentário:

Postar um comentário