terça-feira, 24 de maio de 2011

Cena (Flor Amarela) feita para as Oficinas do grupo XIX (estudo)

-Vou te dar um beijo de outono
seu rosto é um sol morto
minha boca um céu pálido

Eu morrí nessa época do ano
Mas vou nascer na primavera... e pra sempre continuar a verdecer!!



Caiu uma gota apressada
na testa do concreto batido
as gotas escorrem geladas
no meio do meu peito de vidro


Nasceu uma flor amarela
no peito da terra crua
as raízes andam nas linhas
da palma da minha mão nua


Caiu
no peito
as gotas
de uma palma

dessa palma batida!

Um comentário:

  1. quando eu leio suas poesias, sempre me vem como uma música.. será que já havia lhe disto isto? eu gosto muito! e verdecer, adorei esta palavra!

    ResponderExcluir