quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

A passada

As procuras,
os encontros,
as passadas...

- Vamos dar uma passada?

Minhas vinte luas
meus vinte milhões de cigarros
meus vinte mil copos de bebida
meus vinte e cinco amores
que na mesma espelunca
me pentearam as crinas

-Até quando será?

Até nunca...

Me bate uma brisa na nuca
um encosto mesclado de culpa
um espectro de pureza divina...

Até culpa?

Me veio o éter, a cocaína,
as tentativas de alegria...
Restou melancolia.

-A solução deve estar na doutrina...
Ou na terapia!

-Mais um cigarro?

Bem que eu queria parar...

-Mais um copo?

Bem que eu queria parar

- Mais um amor?

Bem que eu queria casar!

Logo eu que jurei
te negar por três vezes
até o galo cantar?

Eu quero parar!
eu quero parar!
eu quero parar!
                                                   


-Canta logo Galo! Faz mais um dia raiar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário